O Homem Sábio

O Homem Sábio>> Havia um sheik muito sábio que se havia dado marifatullah.

Enquanto o sultão de sua nação estava rodeado de conselheiros cujo conhecimento eram as ciências deste mundo, o conhecimento do ego.

Portanto, eles guiavam mal ao sultão e o mundo sofria.

Enquanto o verdadeiro homem sábio desejava advertir ao sultão, porém os conselheiros não deixavam.

O Homem Sábio e suas artimanhas

Então ele idealizou um plano.

Assim sendo, declarou publicamente que não existia a vontade no homem.

Segundo a opinião geral, essa declaração era uma heresia (como é também dizer que o homem é o criador de suas ações).

Certamente, os conselheiros do sultão viram isso como uma maneira de condenar o homem sábio.

Com essa finalidade, fizeram a acusação contra ele para o sultão.

O Homem Sábio e o pedido do sultão

Primeiramente, o sultão lhes pediu que trouxessem esse homem sábio à sua presença para que pudesse julgá-lo.

Assim, o sultão lhe perguntou:

“É verdade que você disse que o homem não possui vontade, sem dúvidas Allah disse que Ele é o Presente para o ser humano?”

O sábio disse:

” Sim, eu disse que o homem não possui vontade própria.

Também confirmo que ele tem vontade.

Porém o que o senhor me diz, meu caro sultão?

Por exemplo, O senhor acredita que eu tenho vontade?”

O Homem Sábio e o diálogo com o sultão

“Certamente” disse o sultão.

“Então o senhor crê que eu possa fazer aquilo que é minha vontade?”
“Claro” respondeu o sultão.

Assim sendo, o sábio disse:

“Nesse caso, minha vontade é que seus tesouros sejam distribuídos entre as pessoas

O Homem Sábio, o sultão e seus conselheiros

O sultão se virou para seus conselheiros e lhes disse:

“Respondam-lhe”

Todavia, os conselheiros se falavam entre os dentes, protestando.

Ele está fazendo isso só com argumentos intelectuais. Não é algo sério.”

Enquanto o sultão insiste:

“Então destruam seu argumento com seu conhecimento¨

Entretanto, os conselheiros ficaram mudos.

O Homem Sábio e suas palavras

Prontamente, o sábio disse:

“Deixe que lhe explique meu próprio argumento, meu sultão”

“Em sua presença, em seu palácio, tudo é sua vontade e não tenho vontade alguma.

Porém, quando volto para minha casa, entretanto, posso dizer a minha esposa, a meus filhos e a meus servidores o que desejo e eles farão.

Ali sim, eu possuo vontade.

Porém ainda aqui há um Sultão sobre todos os sultões, o Dono e Senhor de tudo e cada coisa.

Todo Poderoso, Sempre Vivente, conhecido por Seus atributos, visto por Suas ações, Sempre presente, em todos e em tudo.

Os que o conhecem sabem que estão em sua presença em todos os momentos;

Conquanto, para esses, gente do coração e da essência, só existe uma vontade, a divina vontade de Alá.

Eles só dizem aquilo que vem Dele, não veem nada que não seja Ele.

Ademais, não fazem nada que não seja por Ele.

Agora, também existem os que não se dão conta Dele, e do que é Dele.

Esses pensam que seu lugar nesse mundo, é deles.

Esses são os que pensam que têm vontade e que podem tudo fazer.”




Deixe seu like e siga nossa Rede Social:
0

Claudia Araujo

Aquário com Gêmeos, sou muitas e uma só. Por amar criar com as mãos, sou designer de biojóias e mantenho o site terrabrasillis.com, assim como pinto aquarelas e outras ¨manualidades¨. Por não me entender sem a busca do mundo interno do outro, sou astróloga com 4 anos e meio de formação em psicologia analítica sob a supervisão de José Raimundo Gomes no CBPJ – ISER e já mantive por anos o site Meio do Céu. Nessa nova etapa mantenho o site grupomeiodoceu.com. Dou consultas astrológicas e promovo grupos de estudo de Jung e Astrologia, presenciais e online. São várias vidas vividas numa única existência, mas minha verdadeira história começa aos 36 anos, e o que vivi antes ou minha formação acadêmica anterior, já nem lembro, foi de outra Claudia que se encerrou em 1988. Só sei que uso cotidianamente aquilo em que me tornei, e busco sempre não passar de raspão pelo mapa astrológico do outro. Mergulhar é preciso, e ajudar o outro a se transformar, algo imprescindível. Só o verdadeiro autoconhecimento pode gerar transformação. Não existe mágica, e essa autotransformação não ocorre via profissional, mas apenas através do real interesse do cliente em buscar reconhecer como se manifesta em sua vida cotidiana e qual seu potencial para a transformação. Todos somos mais do que aquilo que vivenciamos. A busca deve passar sempre pelo reconhecimento daquele eu desconhecido que em nós mesmos habita. A Astrologia é um facilitador nessa busca porque nela estão contidos tanto nossos aspectos luz quanto sombra. Ela resolve nossos problemas? A resposta é não. Ela apenas orienta no sentido do reconhecimento de nossa totalidade. A busca é do cliente. A leitura é do astrólogo, mas só o cliente poderá encontrar o caminho de sua totalidade e crescimento responsável. websites : www.terrabrasillis.com e www.grupomeiodoceu.com Fale com Claudia direto no Whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *