Os signos ascendentes (lagna rāśi)

Os signos (rāśis) analisados em um horóscopo são doze, mas alguns ganham maior destaque. Eles são: (1) aquele se torna proeminente pela ocupação de muitos grahas; (2) aquele ocupado por Sūrya; (3) ” ” ” por Chandra; (4) ” ” ” pelo lagna (ascendente).

Há, no entanto, uma gradação de importância que se baseia na velocidade com que esses elementos mudam em um horóscopo, onde de (1) a (4) temos signos cada vez mais importantes, o que significa dizer que o signo ocupado pelo lagna é o mais importante de todos, uma vez que o lagna leva em média duas horas para ascender, enquanto Chandra leva dois dias e meio para percorrer um signo e Sūrya, um mês inteiro. Portanto, o lagna é o principal elemento diferenciador em um horóscopo.

Abaixo apresento descrições de cada um dos doze lagna rāśis possíveis. Vale mencionar, no entanto, que todas as características de um determinado lagna estão sujeitas a modificações, conforme a distribuição dos grahas no mapa, assim como dos aṁśas (divisões) que o signo compreende na horā, drekkāṇa e navāṁśa, respectivamente.

P. e., um indivíduo que nasce com o lagna nos primeiros 15º de um signo, a primeira horā, será distinto daquele que nasceu nos últimos 15º e o mesmo raciocínio se aplica as demais divisões de um signo, como drekkāṇa (3 divisões de 10º), navāṁśa (9 divisões de 3º20′), etc.

Áries (meṣa): o indivíduo cujo ascendente é áries (meṣa) se mostra agressivo, corajoso, irascível, ativo, passional, individualista, hostil entre os seus familiares, é dado a vagar, briguento, orgulhoso, heroico, pioneiro, religioso e de uma inteligência medíocre, embora possa se mostrar muito perceptivo. Sua natureza é ingrata, detêm virtudes, se mostra afiado, avaro, invejoso, hábil, mas também disperso e dado a mentir.

Deve-se levar em conta que as características de áries estão apoiadas no seu regente, Marte, um maléfico, assim como no fato de ser um signo móvel, de fogo e bestial/quadrúpede, fatores esses que destacam instintividade e grosseria, mas também ímpeto e força.

Parāśara diz que áries representa a realeza, pois esse é o signo em que o Sol se exalta, sendo o Sol o rei dentre os grahas. Isso predispõem os indivíduos de ascendente áries a cargos de liderança e poder. Parāśara também o descreve como um signo corajoso e em que predomina a paixão (rajas).

Kalyāna diz que o indivíduo de lagna áries se casará com uma mulher de classe inferior. Creio que a razão disso está no fato de Saturno se exaltar na sétima casa a partir de áries, libra, o que o predispõem a se unir a uma esposa da classe śūdra (quarta classe).

Fisicamente, é dito que o indivíduo de ascendente áries terá olhos arredondados, joelhos fracos, membros feridos, uma fala gaguejante, sua compleição será avermelhada ou clara, o corpo magro ou musculoso, terá unhas feias ou doentes, caminhará rapidamente e estará sujeito a desequilíbrios de vāta e pitta.

Touro (vṛṣa): quando o ascendente é touro, o indivíduo pode nutrir interesse pela agricultura e a criação de gado ou outros animais, com os quais pode vir a obter lucro. Será afeiçoado ao sexo oposto e de natureza luxuriosa. É dado ao sacrifício, capaz de perdoar e de tolerar dificuldades, visto possuir grande determinação e paciência.

Sua natureza é ambiciosa, bravia, é respeitoso e devotado aos brāhmaṇas, devas e aos seus preceptores, apreciador da beleza, de uma fala agradável, é artístico, inclinado as riquezas e aos prazeres da vida, guloso e possuidor de muitas roupas e ornamentos.

Touro também faz do indivíduo próximo e querido a todos, meritório, liberal, devotado aos seus familiares, hábil, afortunado, tranqüilo, dócil, industrioso e mais inclinado a ter filhas do que filhos. Sendo um signo fixo e de terra, touro presa pela segurança, especialmente material. Também está relacionado a fertilidade, pois é um signo de terra regido por Vênus, um graha relacionado a água, ou seja, dois elementos que se harmonizam entre si.

Parāśara descreve touro como um signo de natureza apaixonada (rajas) e que representa os homens de negócios. Devido a isso, é comum vermos indivíduos com ascendente touro envolvidos em atividades comerciais, administrando seus próprios negócios, etc.

As características físicas de touro descritas nos textos de jyotiṣa são: constituição entre kapha e vāta, coxas proeminentes, rosto amplo, terá marcas e sinais/verrugas nas costas, na face e nas laterais do corpo; a testa, o nariz, as bochechas e os lábios serão amplos e fortes. Além disso, noto que a estatura de quem possui ascendente touro costuma ser mediana e há uma tendência ao acúmulo de peso, natural de kapha doṣa.

Gêmeos (mithuna): gêmeos como signo ascendente (lagna rāśi) aponta para um indivíduo inteligente, gentil, hábil em ler a mente de outros, veraz, astuto, caridoso, modesto, que gosta de ficar recolhido/é reservado, respeitável, eloquente, interessado na escrita, compassivo, proficiente em conhecimento artístico, instruído nos śāstras e religioso. No entanto, nota-se também impaciência, vaidade, preguiça e lascívia entre tais indivíduos.

São contemplativos, conscientes da realidade do mundo e do espírito, prósperos, valorosos e queridos por aqueles que são virtuosos de acordo com Vaidyanātha. No entanto, ele também acrescenta que os indivíduos de gêmeos adoecem com facilidade.

Outras características mencionadas entre os autores clássicos são de que o lagna gêmeos denota indivíduos que estão sempre cercados de amigos, são próximos aos seus parentes e favoráveis até mesmo aos seus inimigos, embora sempre saiam vitoriosos sobre os mesmos, incluindo os mais temíveis. Eles se casam com mulheres amáveis, costumam ter “mais de uma mãe” e seus filhos são perversos/rebeldes.

As características acima mencionadas apoiam-se na modalidade dual, no elemento ar, na natureza bípede e também na regência de Mercúrio sobre tal signo, o que torna tais indivíduos cultos, flexíveis e sempre joviais. Caso Mercúrio esteja sob a influência de grahas maléficos, mal colocado, então o indivíduo se valerá de sua astúcia para enganar outros, tirando sempre algum proveito das situações.

Das características físicas, os autores mencionam olhos arredondados, negros, cabelos ondulados, belos e geralmente escuros, um pescoço grosso, nariz empinado, compleição clara e uma aparência feroz. Nota-se também entre eles uma tendência maior a uma constituição vāta, o que gera, por exemplo, os membros irregulares que Kalyāna descreve em sua Sārāvalī. Além disso, os indivíduos de lagna gêmeos também costumam ser belos e gostam de se vestir bem, usando adornos e jóias. O porte, pelo que notei, tende mais ao alto com membros longos e magros.

Câncer (karka): aquele cujo signo ascendente é câncer gosta de fazer amizades, é sagaz, tradicional, imaginativo, reverenciado e querido por todos, tímido, inquieto, inteligente e instruído, perseverante, religioso, maternal, devotado aos brāhmaṇas e aos devas, será honrado por suas virtudes e atos, dado a sensualidade, afortunado, dotado de boa capacidade de introversão, benevolente, amável, empático, piedoso, misericordioso, dramático, apreciará fartas refeições, gozará da riqueza e propriedade de outras pessoas e poderá ganhar a vida através da água ou de algo que se relacione a ela.

Dentre todos os signos, câncer está entre os mais puros e, devido a isso, Parāśara o classifica como um signo sattvico e relacionado aos brāhmaṇas (Júpiter se exalta em tal signo). Sendo um signo centípede, de água e modalidade móvel, câncer também demonstra grande sensibilidade e volubilidade emocional.

Outras descrições notáveis encontradas nos śāstras são de que o indivíduo de lagna câncer poderá viver em terras estrangeiras ou distantes, terá irmãs mais velhas, poucos filhos, muitos imóveis/terras, será amado por seus servos, vitorioso sobre inimigos, dotado de uma esposa/esposo cruel, sua família será censurada e será controlado pelas mulheres.

Suas características físicas incluem pescoço e cintura grossa, voz macia, um caminhar rápido, compleição clara, pitta ou kapha doṣa – com uma tendência maior a pitta -, problemas com hemorróidas ou outras doenças relacionadas, corpo volumoso, de uma estatura geralmente baixa e traços femininos.

Leão (siṁha): leão como ascendente denota indivíduos poderosos, valentes, de mentalidade firme, mas também arrogantes e irritadiços; inclinam-se aos prazeres e ao sexo oposto, triunfam sobre inimigos, são entusiastas, demonstram valor em conflitos/desafios, são bem humorados, de natureza temperamental, negligentes quanto a religião (em alguns casos são muito religiosos), dedicados aos deveres familiares, majestosos, descuidados, irascíveis, firmes na amizade, inacessíveis, dados a honrar os virtuosos, etc.

Sendo um signo de fogo e de modalidade fixa, leão passa a idéia de poder e criatividade. Parāśara o classifica como sattvico, visto a sua nobreza e estabilidade pessoal. No entanto, trata-se também de um signo bestial/quadrúpede, o que explica as suas tendências arrogantes e agressivas.

Outras características interessantes descritas pelos astrólogos do passado em relação ao leão são o gosto por vagar/residir em montanhas e florestas, a tendência a viver em países estrangeiros ou em terras distantes, os favorecimentos recebidos por parte do governo ou de seus superiores, a natureza glutona e dada a sensualidade, a obediência a mãe, a tendência a falar moderadamente, o interesse nos negócios, etc.

Fisicamente, o indivíduo nascido sob tal lagna terá a face como a de um leão, a compleição de um branco pálido, olhos avermelhados, queixo e face larga, uma cintura delgada, vatta ou pitta doṣa e a tendência a desenvolver problemas dentários.

Virgem (kanyā): virgem, enquanto signo ascendente, denota um indivíduo veraz, de fala gentil, agradável e com o qual todos simpatizam. São bem versados nos śāstras (ciências/conhecimentos), hábeis em diferentes tipos de trabalhos, ambicionam obter riqueza e propriedades, gostam de lisonjear e cativar as mulheres, possuem habilidade para ensinar, são sinceros, talentosos e de um julgamento preciso.

Sua natureza é encantadora, mas são também passionais e ambiciosos. Gozam de boa fortuna e buscam tirar vantagem das posses e riqueza alheia, além de serem covardes e dados a hipnotizar. São também afetuosos, interessados na filantropia e no serviço aos demais, além de modestos, virtuosos e respeitosos para com os mais velhos.

Deve-se considerar que as características supramencionadas apoiam-se no fato de virgem ser um signo de terra, dual, bípede e saumya (gentil). Ademais, a tendência virginiana a perseguir prazeres e desenvolvimento material em detrimento da espiritualidade condizem com a natureza tamásica (ignorante, obscura) que Parāśara atribui a tal signo.

Outros pontos interessantes mencionados nos śāstras a respeito daqueles que possuem ascendente virgem são a hostilidade para com seus irmãos, o desinteresse em se relacionar com pessoas de natureza vulgar/vil e a tendência a ter mais filhas do que filhos, sendo que geralmente sua prole é pequena.

Em relação as características físicas, inclui-se a disposição feminina, a beleza, o olhar tímido, os braços e ombros caídos e as desordens de kapha e vata.

Libra (tula): quando libra é o signo ascendente, o indivíduo reverenciará devas e brāhmaṇas, será ativo, perito em negociações, paciente, muito inteligente e instruído, calmo, hábil nas mais diversas artes, devotado as práticas religiosas, gostará de viajar, será valente, pensativo, impiedoso e imparcial em seus argumentos, além de veraz, irresoluto, respeitoso, solidário com as pessoas desamparadas e vis, preeminente, passional, caridoso, um observador da natureza humana, religioso, justo, idealista, culto, embora também seja dado a causar conflitos.

Os indivíduos de libra ganham a vida por meios honestos, são queridos pelas pessoas em geral, possuem poucos filhos, gostam de viajar, valorizam os relacionamentos, são dotados de riqueza e terras, afeiçoados aos seus irmãos e beneficiados por seus superiores.

Visto ser Vênus o regente de libra, seus indivíduos são inclinados a sensualidade, além de serem muito sociáveis, algo que condiz com o fato de se tratar de um signo de ar, móvel, de natureza bípede e rajásica (apaixonada).

Fisicamente, são descritos como sendo magros, altos, de um rosto longo e amável, olhos escuros e encantadores, com o corpo desigual, porém belo e geralmente são acometidos por desequilíbrios de pitta e vata.

Escorpião (vṛśchika): escorpião como signo ascendente gera um indivíduo temperamental, de disposição madura, corajoso, instruído, um chefe em sua família, interessado na religião e nas escrituras sagradas, vitorioso sobre seus inimigos, orgulhoso, longevo, dado a remoer suas tristezas, excessivamente inquieto, esperto, de uma disposição suspeita, majestoso, inclinado aos conflitos, de uma língua afiada, aventureiro, generoso, firme, feroz, sedutor, afetuoso, misterioso, dominador, possessivo e ciumento.

Além disso, é dito entre os autores clássicos que aquele cujo ascendente é escorpião sofrerá com doenças já no começo da vida, será separado de seus parentes, amigos e preceptores, aos quais trairá; será dado a atos vis, honrado pelo governo/superiores, cuidará de seus dependentes e daqueles por quem tem apreço, será o chefe de uma grande família, hostil aos homens de bem, sofrerá com inimigos, seduzirá a mulher de outros, doará sua riqueza e possuirá uma esposa amigável.

Por ser regido por Marte, pelo elemento água e modalidade fixa, o signo de escorpião confere intensidade e resistência emocional, incisividade, o interesse pelos mistérios, assim como tendências a vingança, lascívia, ao sarcasmo e a crueldade, por tratar-se de um signo tamásico (ignorante, obscuro).

Suas características físicas incluem coxas e joelhos arredondados, peito amplo, olhos largos e castanhos, sinais de lótus nos pés, membros carnudos e aperfeiçoados por exercícios, barriga funda, porte médio, compleição e cabelo escuro, aparência perspicaz, nariz caído, uma face atrativa e desequilíbrios de pitta.

Sagitário (dhanus): indivíduos cujo signo ascendente é sagitário são descritos como dedicados ao trabalho, eloquentes, dados a sacrifícios, corajosos, instruídos, honrados, eficientes, devotados a brāhmaṇas e devas, solidários com seus amigos, sábios, prósperos, famosos, fortes, justos, francos, hábeis nos śāstras, muito inteligentes, irascíveis, temperamentais até mesmo com as pessoas eminentes, capacidade de predição, religiosos, livres de hipocrisia, autocontrolados, otimistas, dados a encontrar falhas em seus parentes, ativos, interessados nas belas artes, aventureiros, benevolentes ao seu povo, esplendorosos, enérgicos, virtuosos, moralistas, exagerados e dotados de fé.

Também é dito que terão muitos filhos e netos, serão o chefe de sua família, são os mais queridos por seus superiores, vencerão seus inimigos, possuirão veículos, riqueza, protegerão seus dependentes e adquirirão fama através de conflitos.

Das características físicas incluem-se as coxas largas e fortes, tendência a acumular peso no quadril e na barriga, face e pescoço longo, nariz e orelhas grandes, estatura baixa, pitta doṣa, podem desenvolver doenças ligadas aos olhos e a face.

Capricórnio (makara): capricórnio denota indivíduos lentos, mas pródigos, esforçados, dados a vagar a esmo, desavergonhados, reservados, além de serem inclinados a hipocrisia religiosa. Realizam atos crueis, são ambiciosos, rígidos, frios, cautelosos, econômicos, desavergonhados, dedicados ao trabalho, medrosos e enganadores.

Também são descritos como desleais, de um discurso carrancudo, tímidos, disciplinados, pragmáticos, fracos, hostis, malévolos, desprovidos de grandeza, boa conduta e virtudes, embora sejam bravios, dotados de conhecimento dos śāstras, vedas e das belas artes.

Outros pontos notáveis mencionados nos śāstras são o gosto por mulheres amáveis, ampla prole, tormentas causadas pela sede (ou calor mórbido), o favorecimento por parte do sexo oposto, interesse por vagar em montanhas e florestas, são chefes de família, servos do governo e indispostos em relação aos seus familiares.

Fisicamente as descrições incluem membros inferiores fracos, boa vitalidade, um corpo magro, a face como a de um cervo, vata e kapha doṣa, nariz empinado, corpo cabeludo, pés e mãos amplas, tez escura e estatura alta.

Tais características apoiam-se no fato de capricórnio ser um signo de terra, móvel, quadrúpede (a segunda metade é aquática), cujo regente é Saturno e o guṇa predominante é tamas (ignorância, obscuridade).

Aquário (kumbha): aquário, enquanto signo ascendente, denota uma natureza liberal, estável, gentil e afetuosa com as pessoas (especialmente mulheres), além de conferir a habilidade em ferir por meio de suas palavras e postura. São dados a cobiçar e invejar, possuem boas maneiras, tendem ao que é proibido e degradante, gozam de favorecimento público e destaque social, são mesquinhos, inteligentes, objetivos, de natureza irascível, inseguros, indolentes e vivem insatisfeitos. Podem ser secos/frios, individualistas, sofrem com inquietações, são astutos, censurados, honram aos mais velhos, apreciam a filosofia, a liberdade e tendem a iconoclastia e ao isolamento.

Outras pontos interessantes são as dificuldades econômicas, a tendência a realizar longas caminhadas a pé, o gosto por aromas, fascínio pela água, infelicidades na vida familiar, gosto por jogatina e mulheres vulgares, uma vida marcada por penúrias e a tendência aos vícios.

Além disso, é notável que astrólogos como Satyācharya, Chanakya e os Yāvanas (gregos) consideravam o ascendente e mesmo os vargas (divisões) de aquário como sendo negativos. Sendo um signo de ar, fixo, bípede e de natureza tamásica (ignorante, obscura), aquário predispõem os seus indivíduos a uma natureza reformista, original ou excêntrica e afeita a idealização, as causas sociais e ao questionamento.

Seus traços físicos incluem um corpo delicado, robusto (ou alto) e “do formato de um recipiente d’água”, um nariz longo e fino, vata e kapha doṣa, face longa, olhos da cor do avelã, compleição clara e uma saúde sensível.

Peixes (mīna): os indivíduos nascidos sob o ascendente peixes são instruídos, gratos, diligentes no cumprimento de suas tarefas, humildes, modestos, muito temperamentais, gloriosos, gentis com seus amigos, fortes, espirituosos, afortunados, interessados em poesia e nos conhecimentos profanos, respeitáveis, famosos, confiáveis, de uma conduta pura, instruídos nos vedas, corajosos, grandiosos, hábeis músicos, instruídos em kāma śāstra, virtuosos, liberais, compassivos, estoicos e religiosos.

Também é dito que o indivíduo com tal ascendente viverá satisfeito com sua fortuna e esposa, ganhará a vida pela venda de produtos marinhos, triunfará sobre os seus inimigos, deterá muitas pedras preciosas, grãos, ornamentos e animais de criação, filhas constituirão a maior parte de sua prole, se beneficiará de seus irmãos e será parte de uma boa família.

Fisicamente nota-se que o ascendente peixes gera um corpo belo e simétrico, olhos entreabertos e muito atraentes, estatura baixa ou mediana, compleição escura, pitta doṣa, nariz cheio, lábios e dentes expostos, uma face larga e aflita, além de uma fala mansa.

Tais características mencionadas acima advém do fato de peixes ser um signo de água, dual e de natureza sattvica (pura, equilibrada), o que torna esse o mais espiritual dos signos, desde que não sofra aflições, pois caso contrário indicará um escapista, supersticioso e que é dado a mentir.

oṁ tat sat
Gaura Hari dāsa




Outros artigos interessantes deste mesmo autor:

Deixe seu like e siga nossa Rede Social:
0

Gaura Hari Dāsa

Para entrar em contato com Gaura Hari Dãsa: jyotishabr@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *