Vamos Pescar?

Vamos Pescar?

Convido você, meu leitor, para um dos grandes prazeres da vida, bem, pelo menos para um ‘montão’ de gente…

Eu vos convido a ‘Pescar’… e aí? Topa? Vamos Pescar? Bora lá!

Já sei, já sei… certamente você vai me dizer ‘N’ desculpas, não é mesmo? Eu bem que coleciono algumas, tais…

• Eu até gostaria de ir, mas, o meu trabalho me toma todo o tempo…
• Vamos sim, numa outra ocasião, agora tá difícil…
• Não, não… isso não é pra mim… tô fora!
E por aí vai…

Desculpas e mais desculpas…Tudo bem!

Vamos assim mesmo… analise as circunstancias desta ‘viagem’ virtual…rs

Vamos nos preparar para esta maravilhosa pescaria…

Que tipo de pescador você seria?

O que você pretende carregar?

• Uma barraca de camping; Uma Lanterna; Corda; Uma caixa de ferramentas; Uma maleta de Iscas; Uma maleta de anzóis; Uma vara de carbono; Um balaio para colocar peixe; Uma maleta com kits de primeiros socorros; Uma garrafa térmica; Um jogo de copos; Uma churrasqueira portátil; Carvão; Álcool; Caixa de fósforos; Papel Toalha; Papel Higiénico, Panos de prato, cachaça… e por aí vai não é mesmo, afinal de contas, vamos pescar.

Nossa! Quanta coisa!

Levar tudo isso para uma pescaria pode se tornar um fardo ao invés de um prazer…

Sabe o que eu levaria?

Uma vara de bambu amarrada a uma linha com um anzol sem ponta e um vidrinho de palmito com terra e minhocas, nada mais.
Pra que complicarmos as coisas mais simples e prazerosas da vida? Curta o momento.
As vezes não nos damos conta da forma como nós vivemos e o quanto ela pode ser simples e prazerosa e sem tantas preocupações.
Preocupamo-nos tanto em executarmos tarefas e esquecemo-nos da simplicidade da vida.
Uma pescaria é só um momento de paz e tranquilidade, um momento ideal para meditar…
Às vezes tornamos momentos prazerosos em um verdadeiro fardo; complicamos as coisas pelo excesso de zelo.
Não precisamos sistematizar as coisas… Precisamos viver, isso sim.
Será que você acrescentaria mais coisas para nossa pescaria? Se você respondeu sim, você certamente está estressado.

Apenas o necessário…
Vara, Anzol e Minhoca. Pronto!

Vamos Pescar?

Isso basta! Vamos! Só isso e nada mais…
Pronto! Chegamos! Chegamos a uma margem de um rio…
Você está preocupado(a) olhando para os lados, relaxa!
Senta aí e comece a relaxar, respire fundo… sinta o ambiente… comece a relaxar… escute o silêncio e o som das águas… isso relaxa bem…

Curta apenas o momento e nada mais…

Desconecte-se do mundo e conecte-se consigo mesmo…

Desligue o telefone por algumas horas…
Procure conectar-se com a natureza.
Procure respirar fundo, sinta a terra, sinta o frescor das águas, enfim, sinta o prazer de uma pescaria…
Esse é um prazer que você não consegue sentir no “smartphone”.
Esse momento é algo simples e real, ela existe mesmo, não é apenas um quadro virtual…
Esqueça “Selfie”… Viva!

Procure ser feliz, afinal, não sabemos quanto tempo ainda nos resta viver…viva e seja feliz!

Gasshô!




Deixe seu like e siga nossa Rede Social:
0

Li Yan

Sou Escritor... Autor de A Meditação e a neurociência... A Meditação e a aprendizagem, Meditação, Sabedoria oriental, Pensamentos Orientais, Simples assim, RESPIRE bem e viva zen, Síndromes, transtornos e distúrbios, Distúrbios de aprendizagem, Hein? Estudo sobre a memória, Melhor idade ? Será? Sou pedagogo. NEUROPSICOPEDAGOGO CLÍNICO e Teólogo Budista. Além de músico, atendo em meu consultório e ministro cursos e palestras... Contato: 11 976728557 Visite meu blog : neurotópicos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *