Aspectos Astrológicos V – O SEXTIL

Aspectos Astrológicos V – O SEXTIL >> Ambos os planetas estão situados em elementos que se relacionam harmoniosamente.

Portanto, nem sempre observamos seus efeitos. Eles não causam quer atritos ou conflitos internos.

Outrossim, nos fazem sentir que estamos em harmonia com aqueles setores de nossas vidas. Está tudo bem.

Entretanto, essa situação se modifica quando um dos dois planetas está mal aspectado com um terceiro.

Decerto, isso afetará a todos os envolvidos.

A Astrologia é assim, os planetas são afetados uns pelos outros gerando situações internas específicas.

Aspectos Astrológicos V – O SEXTIL nem sempre em situações harmoniosas

Imaginem-se vivendo no tranquilo local de seus sonhos, porém, tendo que conviver com uma numerosa família cujos membros vivem brigando entre si.

Assim sendo, a harmonia será bem relativa. Seguramente, você será afetado pelo seu entorno.

Caso não hajam aspectações desarmônicas com qualquer um deles, tudo bem.

Pode-se até passar o dia dormindo numa rede, mas isso é raro.

Ademais, passar a vida dormindo numa rede não nos levará a lugar algum e pode até ser tedioso.

Aspectos Astrológicos V – O SEXTIL

Usualmente, o sextil é mais produtivo do que o trígono, o outro harmonioso. Entretanto, ele exige mais movimento e ação.

Os planetas que envolvem-se num sextil, embora em elementos compatíveis, não se encontram no mesmo elemento.

Obviamente que se dão bem, assim como se entendem, mas influenciam na expressão um do outro. Sobretudo, há que se encontrar um meio termo.

Por exemplo, tenho minha Lua em Leão, um signo de fogo. Lua essa que aceita um palco para se expressar; entretanto, ela faz um sextil à Saturno em Libra.

E daí?

Daí que ela terá espaço para se expressar e subir no palco. No entanto, será exigido por Saturno uma maior avaliação.

Em outras palavras, ele pedirá mais comedimento, assim como uma melhor avaliação do quanto isso valerá ou não a pena.

Nos sextis, a libido opera através de elementos que possuem ¨em parte¨ um terreno comum.

Contudo, não estão no mesmo elemento, e teremos que fazer um esforço maior do que no trígono.

Considero o sextil um grande aspecto e um enorme facilitador.

Em síntese, tão facilitador como o trígono, porém requer de nós um mais elevado nível de consciência.

E na minha opinião, isso faz com que ele seja bem mais interessante do que o trígono.

Em breve colocarei na coluna de contos sufis a história do cozinheiro sufi…

Acho que ela ilustra bem o que é um sextil. Linkarei com esse artigo.

http://www.grupomeiodoceu.com/internas/2018/10/30/o-cozinheiro-sufi/

Aspectos Astrológicos I http://www.grupomeiodoceu.com/internas/2018/09/27/aspectos-astrologicos-l/

Aspectos Astrológicos II http://www.grupomeiodoceu.com/internas/2018/09/28/aspectos-astrologicos-li/

Aspectos Astrológicos III http://www.grupomeiodoceu.com/internas/2018/09/30/aspectos-astrologicos-iii-a-oposicao/

Aspectos Astrológicos IV http://www.grupomeiodoceu.com/internas/2018/10/04/aspectos-astrologicos-iv-voce-tem-quincunces/

Aspectos Astrológicos VI http://www.grupomeiodoceu.com/internas/2019/02/15/aspectos-astrologicos-vi-conjuncao/

Aspectos Astrológicos VII http://www.grupomeiodoceu.com/internas/2019/02/22/trigonos-aspectos-astrologicos-vii/




Outros artigos interessantes deste mesmo autor:

Deixe seu like e siga nossa Rede Social:
0

Claudia Araujo

Aquário com Gêmeos, sou muitas e uma só. Por amar criar com as mãos, sou designer de biojóias e mantenho o site terrabrasillis.com, assim como pinto aquarelas e outras ¨manualidades¨. Por não me entender sem a busca do mundo interno do outro, sou astróloga com 4 anos e meio de formação em psicologia analítica sob a supervisão de José Raimundo Gomes no CBPJ – ISER e já mantive por anos o site Meio do Céu. Nessa nova etapa mantenho o site grupomeiodoceu.com. Dou consultas astrológicas e promovo grupos de estudo de Jung e Astrologia, presenciais e online. São várias vidas vividas numa única existência, mas minha verdadeira história começa aos 36 anos, e o que vivi antes ou minha formação acadêmica anterior, já nem lembro, foi de outra Claudia que se encerrou em 1988. Só sei que uso cotidianamente aquilo em que me tornei, e busco sempre não passar de raspão pelo mapa astrológico do outro. Mergulhar é preciso, e ajudar o outro a se transformar, algo imprescindível. Só o verdadeiro autoconhecimento pode gerar transformação. Não existe mágica, e essa autotransformação não ocorre via profissional, mas apenas através do real interesse do cliente em buscar reconhecer como se manifesta em sua vida cotidiana e qual seu potencial para a transformação. Todos somos mais do que aquilo que vivenciamos. A busca deve passar sempre pelo reconhecimento daquele eu desconhecido que em nós mesmos habita. A Astrologia é um facilitador nessa busca porque nela estão contidos tanto nossos aspectos luz quanto sombra. Ela resolve nossos problemas? A resposta é não. Ela apenas orienta no sentido do reconhecimento de nossa totalidade. A busca é do cliente. A leitura é do astrólogo, mas só o cliente poderá encontrar o caminho de sua totalidade e crescimento responsável. websites : www.terrabrasillis.com e www.grupomeiodoceu.com Fale com Claudia direto no Whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *