Entrevista com Astrólogos – Claudia Araujo

Entrevista com Astrólogos – Claudia Araujo

P1 – Como, quando e onde surgiu seu interesse por sua arte/ciência?

Isso surgiu na década de 80 em função de uma consulta astrológica que fiz por insistência de uma amiga.  A consulta foi com o Pedro Tornaghi. Na verdade, o interesse foi por amor, já que estava querendo me separar e cheia de inquietações afetivas; entretanto, também pelo não entendimento de como alguém era capaz de me desvelar sem que me conhecesse, e ainda, ter dito coisas que ocorreriam e que me pareciam absurdas e incoerentes. Contudo, mais tarde constatei serem absolutamente corretas. Sobretudo, me senti desafiada a ser capaz de fazer o mesmo.

Sempre fui teimosa e se alguém fazia algo que me desafiava o entendimento, eu queria provar a mim mesma de que também seria capaz. Com isso, até a previsão de que eu seria astróloga se concretizou.

P2 – Quais livros, autores te inspiraram ou influenciaram mais na sua escolha e formação? E que você recomenda?

Na realidade, não foram quer livros quer  autores, foi o conjunto da obra.

Eu fui à livraria Laissue e pedi que me indicassem livros que considerassem importantes que eu lesse sobre o tema. Expliquei que lia bem tanto em francês, quanto inglês, italiano e espanhol, e que estava com dinheiro guardado para fazer uma viagem para a França, Espanha e Itália, mas que trocaria a viagem pela compra dos livros.

Conhecia bem os três países, entretanto, a Astrologia não. Achei decerto uma troca interessante e enriquecedora. Eles importaram muitos livros para mim pois não tinham todos os que consideravam importantes.

Me apaixonei pelos autores franceses, mas também pela Liz Greene, e aí surgiu um outro problema. Considerei indispensável aprender muito de mitologia, mas especialmente de Jung. Com isso selei meu destino.

P3 – Algum estudo de caso, aplicação [técnica] bem sucedida que te marcou pessoalmente, ou a seus alunos, clientes, e que você possa contar e resumir?

Sim, no início da década de 90, uma pessoa ganhou de presente de um cliente meu uma leitura de mapa comigo. Ele logo foi me dizendo que não acreditava em nada disso mas que estava constrangido em não atender o desejo/presente do amigo. Me senti desafiada e decidi viajar pelo passado dele e começar a falar do que ele havia vivido nos 5 anos anteriores.

Ele ficou muito desnorteado porque me disse que só ele e a mulher conheciam tais fatos.

Estudei muito o mapa dele e esquadrinhei pelas progressões, trânsitos e pela direção do arco solar. A partir daí, passei a falar sobre o momento atual dele e do que lhe reservavam os próximos anos, alertando que sua vida capotaria pelas suas certezas excessivas, e sua falta de um real auto-conhecimento.

Era extremamente conservador, um casamento que ele considerava modelo e eterno, e uma profissão bastante consolidada. Certamente coisas que achava lhe validavam aos olhos do mundo.

Alertei que se não buscasse se conhecer melhor, tudo ruiria junto porque os temas profissionais, afetivos e conjugais se entrelaçariam e sua vida ruiria como um castelo de cartas, mas que antes disso ocorrer ele seria transferido para longe do Rio.

Ele foi transferido. As coisas aconteceram como eu havia alertado, e pude acompanhar de perto porque a essa altura ele vinha ao Rio diversas vezes ao ano para se consultar.

Na verdade, desabafar, pois não tinha coragem de contar para ninguém já que nem mesmo ele estava se aceitando.

Felizmente, consegui que fosse fazer terapia com uma pessoa que indiquei na cidade aonde estava vivendo, e embora com a vida toda desestruturada, conseguiu forças para se reerguer, aceitar que a imagem que havia construído para si mesmo não correspondia a realidade e acatou a sua integralidade que estava relegada à sombra. Reconstruiu sua vida afetiva e profissional de maneira completamente diversa da anterior, mas está realizado enquanto indivíduo.

P4 – Onde e como você atua profissionalmente, oferece serviços, cursos, EAD, blog, site?

Por anos administrei o site Meio do Céu Claudia Araujo, e hoje o Grupo Meio do Céu Claudia Araujo. Tanto um quanto o outro, criados, mantidos e administrados por mim.

Para a criação tanto de um quanto do outro contei com a disposição e doação de duas astrólogas muito queridas que cuidaram da parte técnica. No primeiro, a Claudia Letti; no segundo, a Cris Saviani. Duas queridas.

Dou consultas de astrologia, mas trabalho mais com autoconhecimento e sou astroterapeuta.

Em função da Astrologia fiz quatro anos e meio de formação em psicologia analítica exatamente para conjugar Astrologia e Jung. Para a minha formação junguiana também tive a felicidade de ser orientada por outro grande amigo, o José Raimundo Gomes.

Dou aulas e atendo em minha casa, embora já tendo trabalhado em vários espaços no passado. Por muitos anos ministrei cursos online, logo no início da internet. Sou jurássica na net.

P5 – Pode resumir a técnica que você usa, os benefícios, etc?

R.: Como já citei, conjugo Astrologia e Jung e não consigo mais divorciar esse pacote.

P6 – Quais críticas construtivas você pode elencar com relação a grupos de profissionais, associações, sindicatos, escolas e formação, rede sociais, a qual você pertence? O que falta para sucesso ou satisfação pessoal, popularização, progresso, etc.?

Prefiro me abster de opinar. Cada qual tem seu próprio caminho, seu próprio entendimento do que é bom ou não, já que o ruim para mim pode ser o que traz realização a outro e vice-versa. Não acredito em formas prontas para nada. A vida está sempre em construção, assim como cada um de nós.

P7 – Qual um sonho pessoal profissional seu ainda a ser realizado? O que falta?

Não tenho. Levo minha vida profissional da maneira que gosto e me realizo através dela.

P8 – De que você se arrepende ter feito, ou não ter feito, oportunidades, na sua formação e trajetória profissional, escolhas, riscos, investimentos?

Não me arrependo de ter feito nada nem de não ter feito porque a resultante do processo não seria eu, e me entendo bem com minhas imperfeições.

P9 – Que conselhos daria a novos estudantes e iniciantes em sua área, formação, prática, cuidados, para um negócio bem sucedido? O que evitar?

Não daria conselhos para um negócio bem sucedido e vou repetir o que sempre disse para minhas filhas: o que escolherem fazer em suas vidas profissionais, se esforcem por fazer muito bem feito, não em serem as melhores, mas em estarem sempre buscando se aperfeiçoar, e fundamentalmente, escolham a profissão que seja tão prazerosa que seriam capazes de se dedicar mesmo como lazer. Em tudo na vida o prazer tem que vir acoplado. O termo sem tesão não tem solução é muito assertivo e coerente.

P10 – Seu nome e contatos:
Nome: Claudia Araujo
site/ blog:www.grupomeiodoceu.com
cidade/Estado: Rio de Janeiro
whatsapp para contato: 55 21 99211-8145
Fale com Claudia direto no Whatsapp. Tire suas dúvidas e agende sua participação

Claudia Araujo
Claudia Araujo



Deixe seu like e siga nossa Rede Social:
0

Fernando Guimarães

Fernando Guimarães, natural do Rio de Janeiro, Astrólogo, tradutor e professor; formado em Letras pela USP. Iniciou seus estudos de Astrologia em 1982 em SP, nas Escolas Régulos e Astrocenter, com especializações nos EUA, de 1995-2012, também em Feng Shui, Cromoterapia, Terapia Floral. Foi Diretor de Pesquisas da NCGR - National Council for Geocosmic Research, Boston de 2008/11. Foi coordenador da AFAN ( Association for Astrological Networking) e CNA, ASPAS, SINARJ, ISAR. Participou de eventos nos EUA, Lisboa, RS, CE, SC , SP e RJ também como conferencista e em webinarios. No momento, pesquisa, escreve, leciona e dá consultoria e workshops em várias regionais do Brasil e online. Reside em Campinas. Atua profissionalmente em Campinas, São Paulo e on line. Contato: Nando Boston [Facebook] Whatsapp: 19.9.8404.8821 E-mail: zody2k@aol.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *