Entrevista com autores do Grupo Meio do Céu – José Raimundo Gomes 1

Entrevista com autores do Grupo Meio do Céu – José Raimundo Gomes 1

Entrevista com autores do Grupo Meio do Céu - José Raimundo Gomes 1
Entrevista com autores do Grupo Meio do Céu – José Raimundo Gomes 1

 

P1 Como, quando e onde surgiu seu interesse por sua arte/ciência?

Surgiu para mim quando me dei conta de que a grande Alma havia escolhido a minha alma para se revelar. Não há nenhuma beleza nessa constatação. É um fato. E dos mais dolorosos.

Meu interesse pela psique decerto foi um interesse forçado pela própria psique.

Do alto dos meus 61 anos vejo com clareza que não haveria nenhuma possibilidade de vida para mim a não ser dedicar-me a um tipo específico de atenção acurada dos movimentos da psique em mim.

Não fiz outra coisa portanto, a não ser prestar atenção ao meu mundo interior.

Desde de criança sou com efeito atormentado.

Foram muitos anos de turbulências. Aliás, turbulência é uma palavra suave que nem de longe se aproxima de certas experiencias com o inconsciente.

Tempestades sobretudo, parece mais adequado.

De qualquer forma, tempestades sempre me seduziram.

Quando garoto subia no telhado de minha casa, deitava sobre as telhas de barro e olhava o céu fechado por nuvens escuras, aguardando a tempestade.

O primeiro pingo de água sobre o meu corpo, anunciando a chegada da chuva torrencial tanto com trovões quanto relâmpagos e raios, alegrava-me imensamente.

Hoje interpreto esse interesse de criança como a exteriorização do estranho mundo que me habitava.

Entretanto, eu suspeitasse que um dia, no futuro, a tempestade se deslocasse do céu de São Luís, onde nasci, para o céu de minha alma.

A saber, continuo amando as tempestades. No céu e no consultório.

P2 Quais livros, autores te inspiraram ou influenciaram mais na sua escolha e formação? E que vc recomenda?

É claro que me sentia só, assim como angustiado, fantasiando não existir no mundo nenhum interlocutor possível.

Foi quando encontrei Jung. Pela primeira vez na minha vida me deparei com alguém que podia me compreender.

Meu sentimento de solidão foi embora e eu simplesmente me agarrei a obra do mago de Zurique como um náufrago que tendo encontrado um pedaço de madeira na imensidão do oceano gruda-se a essa tábua de salvação na esperança de salvar-se.

Jung não era apenas um autor que escrevia livros de psicologia.

Ele era uma pessoa real para mim.

Sentia a sua presença como se fosse alguém que eu pudesse visitar em sua casa.

Seria esse poderoso sentimento presente nos meus 21 anos a base de preparação que me fez se recebido por Franz Jung, seu filho, na casa onde Carl Jung viveu por toda a sua vida?

Quando falei para algumas pessoas que passei uma tarde inteira na casa de Jung conversando com o filho dele, elas mal puderam acreditar que fosse verdade.

Mas eu penso que o próprio Jung estava por detrás desse episódio…

Por fim, Jung foi uma pessoa (e não só um autor) decisiva na minha vida emocional. E o que é um psicólogo a não ser a sua vida emocional, o que ele fez com ele mesmo?!

Uma coisa é o curso de psicologia e outra coisa não muito parecido com a psicologia acadêmica é o “cura-dor de almas”.

Este último é forjado no forno alquímico das transformações.

Ele experimenta nele o que pretende levar ao outro. Ele suporta nele o que pretende pedir ao outro que suporte.

Ele retira seu olhar do mundo para olhar o seu mundo. Ele se entretém com o cisco na sua vista antes de pretender olhar a trave nos olhos do seu semelhante.

Essa é a minha psicologia. Essa é a minha vida.

continua….

Entrevista com autores do Grupo Meio do Céu - José Raimundo Gomes 1
Entrevista com autores do Grupo Meio do Céu – José Raimundo Gomes 1



Deixe seu like e siga nossa Rede Social:
0

Grupo Meio do Céu Claudia Araujo

Esse perfil foi criado com a finalidade de publicar dinâmicas que envolvam outros profissionais do grupo, embora não sejam de suas autorias, tais como as entrevistas que ora estão em curso. Aproveitarei também esse perfil para falar sobre aqueles com os quais conto sempre e que de fato se engajaram no espírito de equipe do grupo. Eventualmente agradecerei aqueles que mesmo não colunistas costumam me dar suporte para que viabilize esse projeto. Enfim, não faltarão temas a serem abordados. Beijocas Claudia Araujo whatsapp para contato: 55 21 99211-8145 Fale com Claudia direto no Whatsapp. Tire suas dúvidas e agende sua participação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *