Astroterapia – O que seria? – Introdução

Astroterapia – O que seria?

Primeiramente, por experiência própria, posso asseverar de que nada é mais transformador do que uma leitura de mapa astrológico bem interpretada.

Com efeito, ela lhe apresenta a você mesmo.

Todos nós, evidentemente, possuímos pontos cegos.
Características tanto boas quanto más que desconhecemos.
Apesar de não conhecermos, elas estão em nós e pedem expressão.
Agora, imaginem, se já é difícil o convívio com um outro que não conhecemos integralmente, o que seria convivermos com nós mesmos sem nos conhecermos?

A carta astrológica é esse cartão de visitas

No entanto, como qualquer outro cartão de visitas, ela só faz a apresentação.

Somos assim, é aí?
É aí que entra a astroterapia, porquanto, ela não apenas lhe apresenta a você mesmo.
Ela pretende ir além.

Com a finalidade de ajudá-lo nesse processo de conhecimento interior, ela propõe desbravar esse mundo interno com você.

Astroterapia é uma viagem conjunta, uma viagem com guia

Não apenas com um guia – o leitor da carta; mas também, com a carta – o mapa do tesouro que está guardado em seu interior.
É um processo de autodescoberta guiada por alguém que conhece seus processos e pretende colocar a lanterna no local apropriado.
Por outro lado, ela não tem como proposta se restringir apenas ao que está registrado no papel.

A Astroterapia pretende muito mais.

Ela entende a necessidade do diálogo constante entre consciente e inconsciente e lança mão de vários recursos.
Com essa finalidade, seus sonhos também adquirem um papel preponderante no processo.
Como dizia Jung, nossos sonhos são a via régia de acesso ao nosso inconsciente, e isso será explicado num próximo artigo.

O que a Astroterapia não pretende?

O que em síntese, ela não pretende, é que sabendo desse eu desconhecido a que foi apresentado, permaneça a pergunta:

– E agora, o que fazer com ele?
– Sou assim, mas como transformar o que me atrapalha?
– Sou assim, mas como fazer uso desse potencial que desconhecia?

Isso não ficará sem respostas e sua carta astrológica não será apenas um pedaço de papel em suas mãos.
Além de também não persistir como inquietantes interrogações para as quais não conhece as respostas.

Só posso crescer me conhecendo, me desvendando e me transformando

Para cada setor do meu ser existe um momento apropriado para essa transformação.

Os alquimistas conheciam esse segredo, assim como o astroterapeuta têm a obrigação de conhecê-lo.
É isso o que ele almeja para você.

Se bem que resta uma pergunta: você está disposto a dar esse mergulho em suas águas profundas?
Voltaremos ao tema nos próximos artigos.
Entretanto, resta um alerta: esse processo pode ser mais acessível do que você imagina.
E viva a Internet, que ao mesmo tempo que tantos danos pode causar, nos torna acessíveis tantos benefícios.
Até o próximo!!! Boa caminhada em direção a nós mesmos!




Deixe seu like e siga nossa Rede Social:
0

Claudia Araujo

Aquário com Gêmeos, sou muitas e uma só. Por amar criar com as mãos, sou designer de biojóias e mantenho o site terrabrasillis.com, assim como pinto aquarelas e outras ¨manualidades¨. Por não me entender sem a busca do mundo interno do outro, sou astróloga com 4 anos e meio de formação em psicologia analítica sob a supervisão de José Raimundo Gomes no CBPJ – ISER e já mantive por anos o site Meio do Céu. Nessa nova etapa mantenho o site grupomeiodoceu.com. Dou consultas astrológicas e promovo grupos de estudo de Jung e Astrologia, presenciais e online. São várias vidas vividas numa única existência, mas minha verdadeira história começa aos 36 anos, e o que vivi antes ou minha formação acadêmica anterior, já nem lembro, foi de outra Claudia que se encerrou em 1988. Só sei que uso cotidianamente aquilo em que me tornei, e busco sempre não passar de raspão pelo mapa astrológico do outro. Mergulhar é preciso, e ajudar o outro a se transformar, algo imprescindível. Só o verdadeiro autoconhecimento pode gerar transformação. Não existe mágica, e essa autotransformação não ocorre via profissional, mas apenas através do real interesse do cliente em buscar reconhecer como se manifesta em sua vida cotidiana e qual seu potencial para a transformação. Todos somos mais do que aquilo que vivenciamos. A busca deve passar sempre pelo reconhecimento daquele eu desconhecido que em nós mesmos habita. A Astrologia é um facilitador nessa busca porque nela estão contidos tanto nossos aspectos luz quanto sombra. Ela resolve nossos problemas? A resposta é não. Ela apenas orienta no sentido do reconhecimento de nossa totalidade. A busca é do cliente. A leitura é do astrólogo, mas só o cliente poderá encontrar o caminho de sua totalidade e crescimento responsável. websites : www.terrabrasillis.com e www.grupomeiodoceu.com Fale com Claudia direto no Whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *