Marte em Áries direto: o que aprendemos com o Deus do Ferro?

Marte em Áries direto: o que aprendemos com o Deus do Ferro?

No dia 27 de junho de 2020, Marte ingressou no carneiro, o lugar de seu domicílio, onde permanecerá por um período maior do que o de costume. Marte ficará em Áries por 6 meses (até 06 de janeiro de 2021), pois de 09 de setembro a 13 de novembro ficou retrógrado.

Em Áries, o guerreiro do zodíaco adentra o fogo cardinal, a fornalha que inaugura as novas possibilidades.

Acontece que durante sua retrogradação, as energias de ação e assertividade marciais, de ir direto ao ponto e sem demoras, estavam direcionadas para dentro e para trás. Nesse percurso, o Deus do Ferro formou tensões com Júpiter, Saturno e Plutão em Capricórnio.

Isso significa que coletivamente precisamos tolerar as demoras, a lentidão, as incertezas e dificuldades para avançar. Retrocedemos e fomos chamados a uma ação introspectiva. Essa ação requer uma reflexão profunda das experiências vividas e sobre o que acontece em nossos lugares mais íntimos.

Vale ressaltar, que ao falar sobre Marte convocamos também a deusa Vênus, que é a contraparte da energia ariana e a única capaz de atenuar a fúria do Deus da guerra.

Em 10 de novembro, poucos dias antes do fim da retrogradação, Marte fez uma oposição com Vênus, no eixo Áries-Libra. Essa é a polaridade que representa os relacionamentos íntimos, as energias masculina e feminina agindo em nós.

Áries ensina Libra a afirmar os limites, a se proteger, lutar e valorizar a individualidade nos encontros. Libra ensina Áries a amar as diferenças, a ceder àquilo que não pode controlar, ser gentil, doce e pacífico.

Portanto, até essa etapa estamos no momento de colocar na balança e refletir sobre o equilíbrio nas trocas afetivas. Em outras palavras, o convite é encontrar um lugar firme de equilíbrio entre o Eu versus o Outro.

Com Marte caminhando para a frente, a partir de 13 de novembro, a energia de ação tem o potencial de fazer acontecer e avançar. Somos encorajados agora a dar continuidade ao trabalho interior realizado e a crescer a partir dos vínculos criados. Nesse sentido, Marte em Áries nos ensina a identificar qual é a direção que queremos seguir.

E então lá na frente, em janeiro de 2021, Marte se exila em Touro, na morada vespertina de Vênus. Mas esse é assunto para outro capítulo e artigo.

Créditos da imagem: Foto de Krivec Ales no Pexels 




Deixe seu like e siga nossa Rede Social:
0

Patricia Alves

Patrícia Alves ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Sou astróloga, psicóloga e publicitária. Desde muito cedo me interessei pelos temas da subjetividade humana e dos relacionamentos, motivo pelo qual decidi cursar Psicologia e aprofundar os conhecimentos através de estudos da psicologia analítica de Carl Gustav Jung. Na astrologia encontrei uma nova forma de compreender o ser humano e assim ajudar as pessoas no processo de autoconhecimento com a leitura dos mapas astrológicos. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Criadora da página: Psiconectando (facebook) Instagram: @psiconectando Contato Whatsapp: (11) 98223.3742

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *