AROMATERAPIA & AMOR – Parte V

AROMATERAPIA & AMOR – Parte V

No passado, as grandes rainhas, a exemplo de Cleópatra, utilizavam largamente os aromas para manterem sua beleza e sentirem-se mais sensuais.

Os óleos possuem propriedades úteis dentro da cosmética contra acne, pele envelhecida, redução e melhoria de rugas, manchas escuras, o que explica seu efeito sobre a beleza pessoal.

Sendo assim, a sensação interna de satisfação com nossa aparência, decerto, refletirá externamente em nossa vida e com toda certeza, interferirá sobre nossa parte sexual-afetiva.

Certos óleos essenciais que trabalham a autoestima e a vaidade das pessoas, acabam agindo indiretamente como afrodisíacos.

Alguns perfumes, através de uma boa combinação de óleos essenciais, podem tornar a mulher e o homem mais sensual e sedutor.

Óleos como a canela e o cravo, que sempre foram tidos como afrodisíacos, agem na verdade como estimulantes da circulação e aquecedores.

Esta sensação pode favorecer, de tal forma que, aumente o apetite sexual dos parceiros e a excitação.

A mulher que expressa a sua essência e se livra de bloqueios – como fadiga, fragilidade, confusão mental, fúria crônica, depressão, entre outros – tem um brilho no olhar.

Ela pode tanto dançar, quanto cantar, pintar, criar, intuir ou fazer qualquer outra coisa, desde que seja com encanto.

Este tipo de mulher é percebido por todos, pois comove e inspira.

Vale lembrar que, a liberdade de ceder aos desejos não envolve somente questões relacionadas ao sexo.

Esses desejos são muito mais profundos e essenciais, pois envolvem sua liberdade como mulher, sua vontade de se impor, de falar o que tiver vontade, de lutar pelo que quer e acredita, de correr atrás dos seus sonhos e decidir por si só qual é o seu limite.

Mas essa liberdade de expressão pode se fazer presente também na conquista sexual, pois o desejo na cama expressa suas vontades interiores e é carregado de símbolos inconscientes da sua forma de ser.

Receitas e dicas:

Só para exemplificar, sinergia para trazer esse estado de espírito (parágrafo acima): em 30 ml de óleo vegetal, utilizar 4 gotas de óleo essencial hortelã pimenta e 11 gotas de óleo essencial de ylang ylang completo.

Misturar bem os três componentes e usar no corpo ainda úmido, após o banho.

Essa sinergia será útil, não só para o sexo masculino, bem como o feminino.

Para seduzir:

em 30 ml de óleo vegetal, utilizar 5 gotas de óleos essencial de priprioca,
4 gotas do óleo essencial de hortelã pimenta e 6 gotas de óleo essencial de ylang ylang.

Misturar bem os três componentes e usar no corpo ainda úmido, após o banho.

Sinergia válida, não apenas para o feminino, como também para o masculino.

Para fortalecer a autoestima:

em 30 ml de óleo vegetal, colocar 9 gotas de óleos essencial de mandarina ou tangerina e 6 gotas de óleo essencial de patchouli.

Misturar bem os três componentes e usar no corpo ainda úmido, após o banho. Feminino e masculino (uso).

Óleo essencial e emoção

Gálbano – dar vazão aos impulsos inconscientes;
Cânfora –parar para refletir;
Sândalo –se organizar para resolver problemas;
Manjericão –fazer um esforço para dominar a situação;
Baunilha – ouvir a consciência e a ética;
Lavanda – escolher entre dois caminhos;
Hortelã pimenta – avaliar uma situação e eliminar o indesejável;
Açafrão – preparar para uma mudança;
Olíbano – Usar sua força de forma criativa; necessidade de se libertar para seguir novos caminhos;
Mirra – conhecer melhor a realidade;
Pinho – viver e superar perda ou destruição interior;
Pimenta negra – enfrentar ruptura violenta;
Bergamota – abrir para novas experiências;
Canela – viver simplesmente, pela experiência direta;
Cipreste – aproveitar um momento de realizações;

Inegavelmente, as fragrâncias acentuam aspectos positivos e harmônicos do Ser por um padrão de ressonância vibratória, que pode ser encarado não somente como impulsos nervosos para o subconsciente, mas também como puras ondas de energia.

Finalmente agora, podemos finalizar esse assunto concluindo que, a aromaterapia através do uso de óleos essenciais, pode ser muito útil para a vida sexual, por outro lado, ainda não é o fator principal de estímulo, pois sem desejo (atração), certamente, de nada adianta.



Deixe seu like e siga nossa Rede Social:
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *